(85) 98849-6977

 
Ceará se encaminha para melhor média de chuvas dos últimos 10 anos

Chuvas no Ceará: Incluindo abril, mesmo parcialmente, todos os meses da quadra chuvosa terminaram acima da média — Foto: Alana Araújo

Chuvas no Ceará: Incluindo abril, mesmo parcialmente, todos os meses da quadra chuvosa terminaram acima da média — Foto: Alana Araújo

As chuvas intensas dos últimos meses trouxeram esperança para o cenário hídrico do Ceará, que vive assolado pela estiagem. A 31 dias do fim da quadra chuvosa, os índices pluviométricos do Estado já superaram a média histórica para o período (600.7 mm) e estão em 610.2 mm, segundo dados parciais da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O indicativo é o mais positivo em 10 anos.

Em 2009, ano de grandes enchentes, a quadra chuvosa registrou média de 977.10 mm de precipitações, bem acima do normal. Neste ano, o cenário é de esperança de que o inverno termine acima da média, segundo Raul Fritz, meteorologista da Funceme. "O mês de maio costuma registrar perto de 91 mm. Se vier a acontecer esse marca no último mês da quadra, poderemos ultrapassar a média histórica", aponta.

De acordo com o órgão, não se pode trabalhar em cima de certezas devido a quadra chuvosa ainda não ter acabado. Os números de abril ainda estão sujeitos a mudanças até o fim desta terça-feira (30), último dia do mês, mas é possível comemorar. " Nós já tivemos uma chuva média observada referente aos quatro meses, de fevereiro até maio, em apenas três meses, de fevereiro a abril. Já alcançamos essa marca para o Estado como um todo", destaca Raul Fritz.

Meses acima da média

Incluindo abril, mesmo parcialmente, todos os meses da quadra chuvosa terminaram com chuvas acima da média. Fevereiro teve a maior variação, com chuvas 45,4% maiores. Foram 172.5 mm de precipitação, quando o normal é 118.6 mm. Março findou 15,6% acima, com 235.2 mm; e abril, até esta terça-feira (30), registra 202.5 mm - 7,7% a mais que o usual, de 188 mm.

Ainda que no quesito precipitações o Ceará tenha sido destaque, é preciso atentar para a situação dos reservatórios. Conforme resenha diária de monitoramento de açudes, feito pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), a capacidade hídrica do Estado está em 19,83%. 74 açudes ainda apresentam volume abaixo de 30%. Em contrapartida, 38 estão com o volume acima de 90%.

A maior preocupação é com o Centro-Sul e o Sertão Central do Estado, onde as chuvas não têm sido excepcionais, como nas demais regiões. São nestas áreas que estão localizados grandes mananciais como o Orós, Castanhão e Banabuiú.


Ouça FM GUARANY 104,7




Publicidades


Enquete
Nenhuma Enquete no Momento!

As mais pedidas
Nenhum Registro Encontrado No Momento!

 
 
  TV Guarany/Web - Todos os direitos reservados   Live on Host